fbpx
Logotipo Seja Indenizado

1 de abril de 2020

Fique por dentro dos voos ativos pelo Brasil.

ANAC estabelece malha aérea essencial para o mês de Abril.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) estabeleceu uma malha aérea essencial devido a pandemia do COVID-19. As empresas Gol, Azul e Latam em parceria com o Governo Federal, conseguiram chegar a um consenso para manter o transporte aéreo durante um período tão delicado.

Assim, elas atenderão além das 26 capitais e o Distrito Federal, outras 19 cidades do país, da seguinte forma: os voos serão distribuídos em frequências semanais com 723 voos no Sudeste, 156 no Nordeste, 155 voos no Sul, 153 no Centro-oeste e 75 voos na região Norte. 

Os voos foram distribuídos pelo Governo Federal para garantir um malha emergencial mas que continue integrando o País, portanto cada Estado tem pelo menos um ligação aérea. Em função da diminuição da quantidade de voos em março, havia possibilidade de paralisação total do serviço. 

A nova malha abrange poucos menos de 20% da antiga, levando em conta as 3 maiores empresas aéreas (Gol, Latam, Azul), pouco menos da metade das localidades está sendo atendida, passando de 106 para 46. O número de voos por semana é de 1.241, um redução drástica quando comparado aos 14.781 em tempos sem coronavírus. 

A medida passou a valer no último sábado (28/03/20) e tem validade prevista até o final de abril. Juliano Noman (Direito-Presidente da ANAC) informou sobre a importância da medida que visa a manutenção do serviço aéreo : “A aviação de vários países está parando por completo. 

O que estamos fazendo no Brasil é porque sabemos que o serviço aéreo é essencial para ajudar o País a superar esse cenário sem precedentes, permitindo o deslocamento de materiais, profissionais de saúde e das pessoas que ainda precisam viajar”.

Diante desse cenário muitas pessoas tem passado por problemas na hora de cancelar ou remarcar seus voos. Por exemplo, para quem mora no Rio de janeiro, o cancelamento e a remarcação de passagens aéreas devem ser gratuitos, por conta da promulgação da lei 8767/20. Essa lei é válida por 6 meses e sua vigência pode ser estendida caso a pandemia não regrida até a data limite. Para saber as regras que o governo federal promulgou em relação aos outros estados e comentários sobre os limites das multas, confira esse artigo.

Para mais informações sobre a pandemia de COVID-19 e os direitos dos passageiros leia também nosso artigo sobre coronavírus e voos cancelados.

Voos por empresa durante a malha emergencial:

GOL : 353

AZUL : 405

LATAM : 483

Confira no abaixo a distribuição por região e os aeroportos atendidos por cada empresa:

Fonte : ANAC

Comente aqui!

Nenhum comentário feito ainda 😞
Seja o primeiro a comentar!