fbpx
Logotipo Seja Indenizado

10 de novembro de 2019

Barrado na imigração?

Fique muito atento às dicas abaixo, porque qualquer descuido pode arruinar sua viagem

Antes de viajar para destinos internacionais, busque sempre informações da documentação necessária para viajar, se é necessário ou não tomar vacinas, dentre outras dicas.

Vistos:

Verifique se é necessário visto para entrar no país. Há diversos tipos de visto, de turismo, de negócios, de estudante. Geralmente, estes dois últimos permitem que a pessoa fique mais de 180 dias no território. Há ainda vistos para atletas profissionais e para artistas.

Fique muito atento em relação ao visto de trânsito, pois alguns países o exigem. Mesmo que não seja seu destino final, é necessário o visto. O Canadá, por exemplo, é um país que solicita.

Para verificar as exigências de visto de um país, consulte este site do Itamaraty.

Vacinas

Muitos países, como por exemplo o Peru e o Panamá, exigem vacinas dos mais variados tipos. Pesquise com antecedência se é necessário ou não. O governo lançou um portal para se obter o Certificado Internacional De Vacinação. Basta tomar a vacina, se cadastrar no site e emitir o seu certificado que fica pronto em no máximo 10 dias.

Necessidade de seguro viagem

Esse item é extremamente importante também, porque se for necessário ter um seguro durante todo o seu tempo de viagem e você não tiver, será mandado de volta para casa.

Os países que pedem são Venezuela, Cuba e os que fazem parte do tratado de Schengen – tratado europeu sobre exigências de viagem que unificou as regras de diversos países europeus, e não só aqueles que fazem parte da União Europeia. Aqui, você pode checar os países que fazem parte dessa lista.

Passaporte válido

É preciso ter passaporte válido se for viajar para fora do Mercosul. A maioria dos países pede que tenha no mínimo 6 meses de validade ainda. Nos EUA, basta ter passaporte válido durante o prazo da viagem. Veja neste site qual o prazo necessário.

Todo cuidado é pouco, seja precavido.

Leve passagem de volta, comprovante de estadia, de compromissos profissionais, carteira profissional, e qualquer outro documento que você vai viajar a turismo, negócios ou para estudar. Todos os países tem o direito de barrar a entrada de qualquer estrangeiro, e não precisa de um motivo plausível para isto.

Em 2018 houve um aumento de 60% de brasileiros barrados na Espanha, e não houve nenhum motivo particular para isto. Trata-se de uma questão de Relações Internacionais e os viajantes acabam pagando por isto.

Passou por essa situação?

Como sabemos, essa situação pode acontecer com qualquer um. Faz toda a diferença se você conseguir contato com um advogado na hora para te ajudar e defender. Ele pode, inclusive falar com os funcionários para reverter esta situação. Por isso, senhores passageiros, caso necessitem, entrem em nossa plataforma e fale com um advogado pronto para te auxiliar nestes casos.

Comente aqui!

Nenhum comentário feito ainda 😞
Seja o primeiro a comentar!