fbpx
Logotipo Seja Indenizado

10 de novembro de 2019

Passaporte, vistos e vacinas: O que é preciso na hora de viajar.

Passaporte, vacinas, seguro de viagem e vistos.

Antes de viajar para destinos internacionais, busque sempre informações da documentação necessária, se é necessário ou não tomar vacinas, vistos exigidos, validade do passaporte, dentre outras dicas. Para te ajudar, escrevemos esse texto onde falamos sobre como viajar seguro e garantir tudo certo na hora de sair do Brasil para férias ou trabalho.

Vistos:

Verifique se além do passaporte, é necessário visto para entrar no país. Há diversos tipos de visto, de turismo, de negócios, de estudante. Geralmente, estes dois últimos permitem que a pessoa fique mais de 180 dias no território. Há ainda vistos para atletas profissionais e para artistas.

Fique muito atento em relação ao visto de trânsito, pois alguns países o exigem. Mesmo que não seja seu destino final, é necessário o visto. O Canadá, por exemplo, é um país que solicita. Caso você tenha uma viagem para a Europa com escala nos Estados Unidos, você também precisa do visto de trânsito.

Para verificar as exigências de visto de um país, consulte este site do Itamaraty.

Passaporte válido e renovação:

O passaporte é um item de extrema importância na hora de viajar para o exterior. Ele é emitido pela polícia federal e para fazer o seu é necessário agendar por esse site. O passaporte tem validade de 10 anos e após esse período é necessário fazer a renovação.

Além disso, a maioria dos países pede que tenha no mínimo 6 meses de validade ainda. Nos EUA, basta ter passaporte válido durante o prazo da viagem. Veja neste site qual o prazo necessário.

Para viajar para países que fazem parte do Mercosul, não é necessário passaporte. É possível entrar no país apenas com identidade válida. Aliás, você sabe o que pode ser aceito como identidade?

São aceitos:

RG, passaporte, carteira de trabalho, carteira profissional, carteira de motorista e qualquer outro documento público que garanta o reconhecimento da pessoa.

Perdi meu documento, posso viajar assim mesmo?

Sim! Com o Boletim de Ocorrência é possível viajar, desde que ele tenha sido emitido há menos de 60 dias, pois este é o prazo de validade do BO.

Vacinas:

Muitos países, como por exemplo o Peru e o Panamá, exigem vacinas dos mais variados tipos. Pesquise com antecedência se é necessário ou não. O governo lançou um portal para se obter o Certificado Internacional De Vacinação. Basta tomar a vacina, se cadastrar no site e emitir o seu certificado que fica pronto em no máximo 10 dias.

Necessidade de seguro viagem:

Esse item é extremamente importante também, porque se for necessário ter um seguro durante todo o seu tempo de viagem e você não tiver, será mandado de volta para casa.

Os países que pedem são Venezuela, Cuba e os que fazem parte do tratado de Schengen – tratado europeu sobre exigências de viagem que unificou as regras de diversos países europeus, e não só aqueles que fazem parte da União Europeia. Aqui, você pode checar os países que fazem parte dessa lista.

Viajando pelos países do Mercosul com RG:

Existe um acordo entre 10 países sul americanos, que estabelece que os cidadãos desse países podem circular dentro dessas terras entrageiras somente com o documento de identidade. São eles:

Brasil, Argentina, Chile, Bolivia, Colombia, Equador, Paraguai, Peru e Venezuela.

Aliás, você sabe o que pode ser aceito como identidade?

São aceitos:

RG, passaporte, carteira de trabalho, carteira profissional, carteira de motorista e qualquer outro documento público que garanta o reconhecimento da pessoa.

Perdi meu documento, posso viajar assim mesmo?

Sim! Com o Boletim de Ocorrência é possível viajar, desde que ele tenha sido emitido há menos de 60 dias, pois este é o prazo de validade do BO.

Barro na imigração?

Caso você seja barrada na imigração é fundamental manter a calma e saber seus direitos. Inglaterra e Espanha são os países que mais param o brasileiros, por isso atenção redobrada. Para evitar ser parada basta seguir as dicas já citadas.

Portanto, os seus direitos em caso de ser parada na imigração são os seguintes:

  • O prazo máximo para retenção é de três dias;
  • Seus documentos devem ser devolvidos após os procedimentos;
  • Alimentação e água devem ser garantidos e é fundamental entrar em contato com a embaixada brasileira, ou com o Núcleo de Assistência aos Brasileiros (61-3411-8803 e 61-3411-6456 – plantão), que é um setor do Ministério das Relações Exteriores.
  • Em caso de deportação, o viajante deve arcar com os custos da passagem e não tem direito a reembolso da passagem não utilizada.

Todo cuidado é pouco, seja precavido.

Por isso, leve passagem de volta, comprovante de estadia, de compromissos profissionais, carteira profissional, e qualquer outro documento que você vai viajar a turismo, negócios ou para estudar. Todos os países tem o direito de barrar a entrada de qualquer estrangeiro, e não precisa de um motivo plausível para isto. Por isso esteja antes de viajar não deixe de conferir exigências de passaporte, vistos e vacinas.

Em 2018 houve um aumento de 60% de brasileiros barrados na Espanha, e não houve nenhum motivo particular para isto. Trata-se de uma questão de Relações Internacionais e os viajantes acabam pagando por isto.

Passou por alguma situação de problemas com passaporte, vistos e vacinas?

Como sabemos, essa situação pode acontecer com qualquer um. Problemas com passaporte e vistos são comuns no mundo dos viajante e nessa hora faz toda a diferença se você conseguir contato com um advogado na hora para te ajudar e defender.

Ele pode, inclusive falar com os funcionários para reverter esta situação. Por isso, senhores passageiros, caso necessitem, entrem em nossa plataforma e fale com um advogado pronto para te auxiliar nestes casos.

Confira também:

. Guia completo sobre bagagem de mão;

. Perdi meu voo. E agora?

. Voo atrasado. Quais os meus direitos?

Comente aqui!

Nenhum comentário feito ainda 😞
Seja o primeiro a comentar!