fbpx
Logotipo Seja Indenizado

25 de novembro de 2019

Guia para evitar problemas com hospedagem.

Dicas para garantir o lugar certo na hora de se hospedar durante viagens.

O lugar onde você se hospeda durante suas férias ou viagens de negócios é fundamental para uma estadia tranquil. Esse texto trata de dicas para evitar problemas com hospedagem e também sobre o que fazer caso você passe por alguma situação indesejável. Vale lembrar que para qualquer situação temos um canal para falar com um de nossos advogados, que irá auxiliá-los na hora de resolver os problemas.

Couchsurfing e cobranças indevidas

Viagens internacionais, nada melhor do que conviver com os nativos do local visitado para melhorar a experiência no exterior, mas sem problemas com hospedagem. A tecnologia nos ajuda com isso. Dentre diversos sítios eletrônicos, há o Couch Surfing. Por meio do serviços deles, é possível se acomodar na casa de um residente do país visitado.

Tentamos, pela primeira vez, utilizar o site, uma vez que não gostamos de Hostels e tampouco gostamos de conhecer apenas os locais turísticos de um local. Assim, entramos no website e procedemos ao registro.

Logo no início da página, eles te estimulam a verificar sua identidade. Isto ocorre por meio do credenciamento de seu cartão de crédito internacional. Bom, faz sentido, pois teoricamente apenas o titular do cartão possui os dados e assim o credenciamento seria fidedigno.

Chegamos a cogitar que não poríamos os dados bancários, porque afinal, não sabemos o que vão fazer com eles, apesar das leis de proteção de dados. Mas, vai, é um site confiável e em nenhum momento se falou em cobrança, apenas em verificação, conforme print do site abaixo.

De fato, em lugar algum há algum aviso sobre a cobrança. E para nossa surpresa, assim que colocamos os dados do cartão, chegou uma cobrança de 60 USD. Os passageiros de primeira que me desculpem, mas 60 USD é muito dinheiro.

Dicas para evitar problemas com hospedagem no Airbnb.

Airbnb é um serviço online comunitário para as pessoas anunciarem, descobrirem e reservarem acomodações e meios de hospedagem. O local onde nos hospedamos pode ser decisivo na hora de curtir as férias, o Airbnb está na moda e por isso vamos dar algumas dicas para evitar dores de cabeça com sua hospedagem.

1- Fazer seu perfil com calma e escolher a hospedagem com antecedência.

2- Prestar atenção nas avaliações anteriores, é muito importante saber o que outras pessoas acharam do lugar.

3- Nunca pagar por fora do site, sempre utilize a plataforma do Airbnb para fazer as transações.

4- Não levar mais pessoas do que o combinado, isso pode trazer muita dor de cabeça por isso vale a pena respeitar.

5- Sobre cancelamento e reembolso, caso o anfitrião não forneça acesso à acomodação ,ou o anúncio não corresponda ao combinado real, ou o local está sujo, ou não oferece segurança aos hóspedes, você tem o direito de entrar com pedido de reembolso.

Problemas típicos na hora de se hospedar em Hotéis.

1- Falta de Reserva;

2- Propaganda enganosa;

3- Falta de Higiene do local;

4- Dificuldade para falar com o responsável;

5- Produtos que provocam alergia;

7- Maus tratos;

8- Ar condicionado com defeito;

9- Taxas abusivas.

Passei um problema com hospedagem, o que faço?

Bom, se você teve algum dos problemas com hospedagem, não se desespere. No próprio site de algumas hospedagens, existe o FAQ, onde há a possibilidade de solicitar o reembolso, desde que seja feito de acordo com algumas regras.

Lembre-se que há o direito de arrependimento, então em todos esses casos, em até sete dias após a compra online ou por telefone, você pode cancelar sem taxas.

Se tiver passado do prazo para o direito de arrependimento , peça o seu banco para fazer um desacordo comercial, muitas vezes funciona.

E, se nenhuma dessas hipóteses funcionar, fique atento, pois as multas impostas não podem ultrapassar 20% do valor da estadia, mesmo que isso seja avisado em cima da hora. O cenário será diferente se a empresa conseguir comprovar que teve realmente gastos e prejuízos.

Importante ressaltar que essas regras valem também para pacotes turísticos com passagens, aluguel de carro e estadia.

No caso da propaganda enganosa, fique atento, pois o que for anunciado pela empresa, deve ser cumprido. A exceção ocorre quando se tratar de um erro grosseiro por parte da empresa, quando coloca um anúncio muito barato no ar, por engano. Mas sempre registre as condições para poder garantir seus direitos.

Se tiver dificuldades para negociar essa multa, entre em nossa plataforma e converse com um de nossos advogados

E se eu tiver cancelado minha estadia por causa do Coronavírus?

Por conta da pandemia, houve uma avalanche de cancelamento de reservas. Os legisladores promulgaram, então a Medida Provisória 948/2020, que dispõe o seguinte:

1 – Os consumidores tem direito de receber voucher ou crédito integral para utilizar em até um ano após o fim do Coronavírus;

2 – Em caso de impossibilidade de acordo nos termos acima, as empresas devem reembolsar em até 12 meses a contar do fim do Coronavírus.

Nesse último caso, os consumidores estão sujeitos ao pagamento de multa, que não deve ser maior do que os 20% informados acima.

Problemas com aluguel de casa por temporada

É possível também que seja alugada uma casa para que a pessoa se hospede durante uma viagem. Nessa hipótese, normalmente é fechado um contrato com o tempo de locação e a estipulação de multas em caso de desistência da locação ou mau utilização da casa e seus móveis.

É preciso ficar atento para que não se pague uma multa abusiva. Se utensílios da casa forem quebrados, nada mais razoável do que se pagar por eles.

Se desistir da locação, é aceitável pagar uma multa por isso, mas ela não pode ser acima de 20% em analogia à desistência de se hospedar nos hotéis.

Confira outros textos:

. Perdi meu voo. E agora?

. Voo atrasado. Quais os meus direitos?

. Coronavírus e os impactos nos voos pelo Brasil e mundo.

Comente aqui!

Nenhum comentário feito ainda 😞
Seja o primeiro a comentar!