Logotipo Seja Indenizado

30 de janeiro de 2020

Perdi minha conexão o que fazer?

Primeiro de tudo, fique tranquilo. Acontece, e não há mais nada a fazer, a situação foge de nosso locus de controle. O que você pode fazer é se informar sobre seus direitos.

Há três cenários distintos. A primeira hipótese é que o próprio passageiro perdeu a conexão por culpa sua. Neste caso, sua passagem é válida ainda por 12 meses.

Sua passagem pode ser remarcada por uma multa de 15% incidente sobre o valor total. A companhia aérea sempre tenta enrolar os consumidores e os aconselha a comprar uma nova passagem.

Além disso, a empresa deve te conceder assistência material (Internet, alimentação digna, hospedagem e transporte se necessário).

Este atitude é ilegal, afinal #éalei, e ela deve ser cumprida. Outra ocasião é a perda da conexão por culpa da empresa aérea. Seu voo pode atrasar, inclusive por conta de condições climáticas, e nestes casos, a aero linha deve ser responsabilizada.

Não é a toa, pois com sua tecnologia de ponta, as multi bilionárias sabem com muita antecedência sobre a condição climática, o estado de seus aviões e demais equipamentos. Afinal, com o advento do iot (internet of things e big data) todos os mecanismos das empresas aereas são monitorados.

Por último, o aeroporto pode te causar algum inconveniente, de modo a impossibilitar a conexão. Falta de luz, greve de funcionários, problemas nos slots, dentre um infinitas possibilidades.

Se for o caso, a empresa aérea deve lhe conceder assistência material (internet, alimentação digna, hospedagem e transporte se necessário), além de remarcar seu bilhete sem multa!

Assim, se passar por algum problema desses, entre em nosso site e fale com a Atena, nossa assistente virtual de viagem que te orientará com dicas sobre o que fazer e te conecta com um advogado especializado em um segundo.

Comente aqui!

Nenhum comentário feito ainda 😞
Seja o primeiro a comentar!