Logotipo Seja Indenizado

2 de janeiro de 2020

Seguro de viagem. Não me pagam a indenização.

5 dicas para não cair em pegadinhas de seguros de viagem

Originariamente, nós não trabalhávamos com casos que não fossem de atraso, cancelamento de voo, e problemas com bagagem. Mas nossos clientes pediram, e resolvemos ampliar o escopo, afinal, defender o direito dos viajantes é o nosso objetivo primordial!

De volta ao importante, é muito comum que as seguradoras não paguem a indenização aos segurados, mesmo que o sinistro (evento que dá direito à compensação). Os seguros de viagem cobrem os gastos com hospital, traslado de volta para o país de origem em casos extremas, problemas com voos atrasados, cancelados, extravio e dano à bagagem dentre outros.

Mas, infelizmente, o que era para aliviar uma dor de cabeça, tem causado dores muito piores! São diversas as desculpas inventadas por estas empresas. Infelizmente, para elas, quanto menos indenizações forem pagas, mais lucros elas tem, por isso nega-las faz parte de seus modelos de negócio.

Para facilitar a vida do viajante, separamos 5 dicas que irão evitar que você passe por isso, e mesmo que se veja diante desta situação, vamos lhe amparar para que receba a indenização a que tem direito:

1 – Verifique se a seguradora tem CNPJ;

2 – Verifique se está registrada na SUSEP, pois todas as seguradoras precisam estar;

3 – Peça o contrato de seguro antes de contratar;

4 – Leia o contrato para verificar se está de acordo com suas exigências;

5 – Verifique no Reclame Aqui a reputação da empresa.

Se mesmo diante de todas essas precauções você tiver problema para receber a compensação, não se preocupe. Verifique se a seguradora está amparada pelo contrato. Num caso recente, por exemplo, a seguradora pediu diversos documentos que não constavam no contrato para que a consumidora recebesse a compensação pela sua mala extraviada.

Há diversas decisões judiciais que amparam a segurada neste caso. Não é necessário ser advogado para saber que negar o pagamento do prêmio sem embasamento contratual, gera direito à indenização por danos materiais e morais.

Passou por uma situação como esta ou conhece alguém que tenha passado? Entre em nossa plataforma e converse com um advogado que irá te auxiliar.

PS.: Você sabe quais seus direitos em caso de cancelamento de voo por causa de greve? Fique por dentro neste artigo de nossa autoria

Comente aqui!

Nenhum comentário feito ainda 😞
Seja o primeiro a comentar!